BLOG

eSocial | Financeiro | Folha de pagamento | RH

A importância de um RH que vá além das tarefas burocráticas

As empresas mais atentas às tendências de mercado sabem da importância de contar com uma equipe de recursos humanos que desenvolva um plano estratégico em sintonia com todas as áreas do negócio. Um setor de RH que vá além das tarefas burocráticas é imprescindível para o crescimento da empresa. “Os gestores de recursos humanos são cada vez mais cobrados para estar próximos da área de negócios. Eles devem pensar em como motivar os funcionários, como reter os talentos e manter o clima organizacional positivo”, explica Arnaldo Cosin, da CServices.
 
Os resultados positivos da adoção de políticas estratégicas de RH são evidentes. Uma pesquisa feita recentemente em diversos países, incluindo o Brasil, constatou que as receitas das companhias com políticas de recursos humanos bem definidas foram, em média, 14% superiores às das concorrentes no seu segmento de atuação. Nas bolsas de valores, o desempenho foi 51% maior. Roderlei Magalhães, da CServices, explica os motivos dessas vantagens competitivas. “Se uma empresa planeja uma expansão, por exemplo, o gestor de recursos humanos precisa ter conhecimento do mercado para atrair funcionários com o perfil adequado, de modo a viabilizar esse crescimento”.
 
Transformando o RH de sua empresa
 
Apesar disso, muitas empresas seguem atuando com uma área de recursos humanos tradicional, em que os funcionários passam grande parte do tempo envolvidos em tarefas operacionais, como o processamento de folha de pagamento. “Quando se dedica a essas funções burocráticas, o gestor de RH deixa de fazer o que é mais importante para a empresa: ficar focado no negócio e nas pessoas”, diz Arnaldo Cosin. “Nesse caso, a terceirização dessas atividades é algo a ser considerado”.
 
Ao deixar para outros o trabalho de rotina, os profissionais de RH podem se dedicar a desenvolver novas competências na área, para garantir o futuro da organização. Com um processamento de folha de pagamento eficiente, feito por uma terceirizada que confira sistematicamente todos os dados e cumpra todos os prazos e obrigações previstos em lei, a equipe de recursos humanos não precisa mais se preocupar com tarefas operacionais.
 
Os “mitos” sobre a terceirização
 
Atualmente, o Supremo Tribunal Federal está julgando a possibilidade de legalizar terceirização de atividades-fim. Mesmo assim, alguns gestores ainda não aderiram à terceirização de atividades-meio, viabilizadoras do negócio, como a folha de pagamentos. Isso se deve, em muitos casos, à persistência de alguns “mitos” sobre a terceirização.
 
Um dos “mitos” é a crença de que a contratação de uma terceirizada diminui a flexibilidade de cumprimento dos prazos. O gestor acredita que, ao rodar a folha de pagamento dentro da própria empresa, há maior margem para solucionar imprevistos e urgências, por contar com um funcionário disposto a cumprir horas-extras em caso de necessidade. A agilidade, nesse caso, porém, indica que há alguma desorganização no processo. “Com uma terceirizada, você troca esse improviso pela qualidade e pela garantia do cumprimento dos prazos. No caso de algum imprevisto, a terceirizada também fica à disposição para resolver qualquer questão em regime de urgência”, explica Arnaldo.
 
Outros gestores alegam que, ao fazer a folha de pagamento “dentro de casa”, têm mais controle sobre o processo. Uma terceirizada, no entanto, dá muito mais confiabilidade ao processo. “O cliente recebe relatórios detalhados com todos os dados da folha. O controle, na prática, passa a ser muito maior, com qualidade das informações garantidas em contrato”, analisa Roderlei.
 
Custos menores
 
Por fim, há quem acredite que a contratação de uma terceirizada gere aumento de custos – o que não é verdade. Para fazer o cálculo, muitos levam em conta apenas os salários dos funcionários envolvidos diretamente no processamento de folha. Há, no entanto, uma série de custos adjacentes, como os salários de profissionais de TI que prestem auxílio e os gastos com sistemas de informática. “Olhando de maneira mais abrangente, os custos de rodar a folha de pagamento em uma terceirizada são menores. Sobretudo porque a equipe da empresa terceirizada tem uma produtividade maior, já que é especializada”, finaliza Roderlei.
 
Sua empresa está analisando a possibilidade de terceirização Administração de Pessoal e Gestão de Benefícios e os impactos que trará no dia a dia dos negócios? Entre em contato com a CServices e conheça nossas soluções.

Publicado em: 29/11/2016