BLOG

eSocial | Financeiro | Folha de pagamento | RH

Saiba ouvir seus funcionários para entender os problemas de gestão

O principal motivo para os funcionários não serem mais proativos dentro do ambiente de trabalho é a falta de receptividade de seus chefes a ideias e conselhos nos momentos de tomadas de decisão. É o que aponta um estudo realizado nos Estados Unidos e publicado no site Business Daily News.
 
Dos 675 profissionais consultados no Canadá e nos Estados Unidos, 64% afirmaram que o fato de seus chefes tomarem decisões sozinhos, sem ouvir as sugestões de seus subordinados, era a principal causa de frustração no trabalho. O segundo maior fator de descontentamento, apontado por 36% dos entrevistados, ocorre quando os líderes descartam as ideias dos funcionários sem antes demonstrar interesse genuíno. 
 
De acordo com John Izzo, doutor em Comunicação Corporativa e responsável pelo estudo, ter uma cultura de valorização a sugestões e novas ideias dentro das empresas traz resultados positivos em termos de produtividade e contribui para aumentar o engajamento de funcionários. É também uma maneira efetiva de reter os melhores talentos dentro das empresas.
 
No processo de demissão, ouvir também é fundamental
 
Um recurso de grande importância estratégica, mas muitas vezes ignorado pelas empresas, são as entrevistas de desligamento. Quando conduzidas de maneira adequada, elas fornecem raios X dos problemas gerenciais dentro de uma companhia e apontam os caminhos para implementar correções.
 
Apesar disso, são poucas as empresas que dão a devida relevância às entrevistas de desligamento. Um estudo publicado pela revista Harvard Business Review Brasil consultou 210 corporações em mais de 35 países para descobrir como elas conduziam os processos de demissão. Destas, apenas 25% faziam algum tipo de entrevista no momento em que algum de seus funcionários partia. Muitas, no entanto, não faziam uso adequado dos dados recolhidos, que jamais chegavam às mãos das posições de liderança dentro da empresa.
 
O estudo conclui que ouvir atentamente as queixas e as impressões dos funcionários durante o processo de demissão — e fazer uso dessas informações — dá vantagens competitivas às empresas. A análise dos depoimentos de empregados demissionários pode ser uma poderosa ferramenta para aumentar o comprometimento e a retenção de funcionários talentosos e revelar o que funciona ou não dentro da organização.
 
Ainda de acordo com o artigo da Harvard Business Review Brasil, o período entre a notificação da demissão e o dia efetivo do desligamento configura o melhor momento para extrair depoimentos confiáveis dos funcionários. É quando os empregados fazem declarações mais precisas e neutras, livres do julgamento emocional que costuma acompanhar o processo de demissão, seja ele espontâneo, seja voluntário.
 
Acompanhe o blog da CServices para saber mais dicas sobre gestão e recursos humanos. E deixe seus comentários ou sugestões na nossa página do Linkedin.
 

Publicado em: 11/05/2016